Arquivo para junho \06\UTC 2010

Aumente seu volume #2

Aqui está a Playlist Break The Amps #2. Divirtam-se!

88não! – Asas da Mente
Alice in Chains –  Check My Brain
Doves –  Spellbound
Faith No More – A Small Victory
Hüsker Dü –  Don’t Want To Know If You Are Lonely
Jet – Black Hearts (On Fire)
Macaco Bong –  Fuck You Lady
Monoral –  Kiri
My Chemical Romance –  It’s Not a Fashion Statement, It’s a Deathwish
The Shore – Take What’s Mine
The Zutons – It’s The Little Things We Do
Thrice –  Lullaby

Clique aqui para pegar!

@breaktheamps

Anúncios

Um grande show… Muse

Olá!

Bem vindos a tão, tão esperada Sexta-feira!

Bom hoje seria aquele dia em que a gente pensa: “Putz, bem que podia rolar aquele show amanha né…”. Poisé e hoje viajando na net, pensando exatamente isso, vi uma coisa que me deixou feliz e por vários motivos, que é a possível vinda do Muse ao Brasil na nova fase do The Resistance Tour, do album de mesmo nome. Pô Muse já é bom o bastante pra que vc vá ao show!

Não? então vc ainda não os conhece…     ^_^

Muse é uma banda de rock alternativo britânica de Teignmouth, Devon. Formada em 1994, a banda foi originalmente chamada Rocket Baby Dolls. Os seus membros são Matthew Bellamy (vocal, guitarra e piano), Christopher Wolstenholme (baixo, voz secundária e teclado) e Dominic Howard (bateria e percussão).
Leia mais

Selo: Sem Selo

Hoje o post será voltado à  uma banda aspirante a talvez, uma grande carreira ou não. Como de costume, sempre escuto algumas bandas que estão espalhadas em sites como “purevolume” e “myspace”, e hoje resolvi compartilhar aqui com todos vocês amigos do Break The Amps. 

Desta vez estava eu, olhando uma sessão do “Purevolume”, chamada de “Top Unsigned 2009” , uma lista de vinte bandas sem selo entrão nesse tópico, e na primeira linha estava essa banda que achei bem peculiar. Banda que faz a maioria das músicas com poucos instrumentos,  acústicas e simples, chamada “He is We”

Leia mais

Amor épico ou suicida?

Hey, nesta quarta-feira fria vou falar de um filme incrível que assisti a muito tempo.

Sid e Nancy: O amor mata!

Este filme retrata os últimos meses da vida de Sid Vicious baixista do Sex Pistols com seu “amor” Nancy, a groupie louca que se juntou a ele, alguns dizem que esse filme é uma versão punk de Romeu e Julieta, mas acredito que esteja um pouco longe disso, o filme traz grandes características da época, os pubs, as drogas e o sexo, a verdadeira ideologia Sexo, Drogas e Rock and Roll.
Leia mais

O amor vai nos destruir

Pra variar um pouco mais, a dica de hoje vai ser de um filme.

Control – Conta a história de Ian Curtis, vocalista da banda Joy Division.

Apesar de eu não ser um grande fã da banda, recomendo este filme que narra a trajetória não tão brilhante do vocalista de uma das bandas mais influentes que já existiu. Apesar de sua curta duração, o Joy Division acabou influenciando diretamente bandas como Editors e Interpol.

Control estreou no festival de Cannes em 2007, é inteiramente em preto e branco, ganhando o festival como melhor filme europeu daquele ano.

Ian Curtis é representado por Sam Riley, que fez questão de cantar no filme, conseguindo adotar toda a performance do falecido cantor.

Leia mais